Existe plano de saúde para colocar silicone?

Existe plano de saúde para colocar silicone?

Descubra como funciona o plano de saúde para colocar silicone e quando é possível fazer uso dele. 

Em uma pesquisa realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética em 2018, se identificou que o Brasil é o país que mais realiza cirurgias plásticas. Isso fez com que ele passasse o Estados Unidos até então o que ocupava o primeiro lugar.

Somente em 2018 por aqui foram feitas mais de 1,4 milhões de cirurgias plásticas e 900 mil procedimentos estéticos não cirúrgicos, sendo que as mulheres representam 87,4% dos pacientes que buscam por esse tipo de serviço.

Dentre os procedimentos mais procurados, o uso de silicone para o aumento de mamas lidera a lista, seguido pela lipoaspiração e abdominoplastia.

Esses dados deixam evidente porque a busca por plano de saúde para colocar silicone está em constante alta.

Há plano de saúde para colocar silicone?

Uma cirurgia plástica possui um valor elevado, por isso, as pessoas buscam maneiras de economizar ao realizar o procedimento.

O plano de saúde possui um custo mais baixo para cuidar da saúde e oferece uma série de coberturas, o que faz com que se recorra a ele para se cuidar e ter acesso a procedimentos específicos.

O que acontece é que muita gente se decepciona ao descobrir que o plano de saúde para colocar silicone não existe quando se trata de um procedimento estético. Quem possui o sonho de aumentar as mamas, não conseguirá realizá-lo dessa forma.

Em alguns casos o plano pode ser usados para fazer parte dos procedimentos como se consultar com um médico ou fazer os exames pré-operatórios necessário, mas a cirurgia em si, terá que sair do bolso do paciente. 

E quando falamos de colocar silicone nas mamas é apenas um exemplo, pode ser o silicone na panturrilha, glúteos e outros, nenhum desses casos estará coberto pelo plano de saúde quando for estético. 

Quando o plano de saúde cobre o silicone?

A boa notícia é que o convênio para colocar silicone está disponível para algumas situações bem específicas e definidas pela ANS.

Como o plano de saúde tem o intuito de promover a qualidade de vida e cuidar de problemas de saúde, ele permite a colocação de silicone quando há necessidade de reparação.

Isso significa que quando a pessoa passa por algum problema de saúde, doença ou acidente que possa trazer prejuízos físicos e à saúde, existe a possibilidade do silicone ser colocado por meio do plano de saúde.

Nesse caso o médico deve perceber a necessidade de colocação do silicone, esse tipo de procedimento é chamado de cirurgia reparadora, pois, visa reverter algum dano anterior. Por exemplo, uma mulher que teve câncer de mama e precisou a fazer a retirada de parte dos seios, tem direito a colocar o silicone pelo plano de saúde.

Quando ocorre essas situações os demais procedimentos relacionados aos cuidados pré-operatórios também estão inclusos como os exames médicos e pós-operatório como internação e consultas.

Portanto, podemos concluir que o plano de saúde para colocar silicone existe, mas, ele só está disponível quando se trata de cirurgias reparadoras e não para casos estéticos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *